BAHIA NO AR
Roque Santhos




Roque Santhos
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Suspeito de roubar mulher que acusou ator por engano é preso

Ator Vinicius Romão ficou preso 16 dias por engano pelo crime. Dione Mariano da Silva, 24 anos, tem passagens por furto e portava arma.

Policial - Atualizado em 07/03/2014 15:22h
Policiais da 26ª DP (Todos os Santos) prenderam em flagrante, na noite desta quinta-feira (6), Dione Mariano da Silva, de 24 anos, suspeito de ter roubado a mulher que admitiu ter se enganado ao apontar o ator Vinicius Romão como assaltante. Dione tem passagens por furto e estava com um revólver, apreendido. Ele foi autuado por porte ilegal de arma.
 
O ator e vendedor Vinícius Romão de Souza foi preso após ser acusado por uma mulher de tê-la assaltado e ficou 16 dias preso na Cadeia Pública Patrícia Acioli, em São Gonçalo, Região Metropolitana. A copeira Dalva Moreira da Costa o reconheceu por engano no dia do crime. Após assumir o erro, ela pediu perdão pela acusação, durante o programa "Encontro com Fátima Bernardes", no dia 27.
 
"Em primeiro lugar, quero pedir perdão. Estou pedindo ao Espírito Santo para tirar toda mágoa, toda tristeza e toda depressão do seu coração. E dizer que Deus é fiel e que estou aqui reconhecendo o meu erro", contou, por telefone.
 
A copeira disse ainda que se sente aliviada pela liberdade de Vinicius. "Eu estou dando glória a Deus que ele foi solto. Estou comemorando. O local era escuro e naquele momento eu tinha que identificar. Eu fui, fiquei esperando, e ele, infelizmente, passou na hora errada. Mas eu estava nervosa, falei que tinha problema de vista e estava sem o óculos. Infelizmente, ele parecia com o suposto ladrão e naquele nervosismo, quando o policial falou: 'É ele?'. Eu disse: 'É parecido'. O policial disse que não poderia haver dúvidas. Eu perguntei pra ele se ele tinha pegado minha bolsa", narrou ela.
 
Durante a entrevista, Vinícius explicou a situação que o levou para a cadeia. Ele confessou ter ficado com medo de reagir à prisão injusta por parte da polícia. “Eu estava voltando para casa e fui abordado. Não esbocei nenhuma reação porque se eu corresse ou confrontasse talvez não estaria aqui hoje relatando o que aconteceu”, disse.
 
O jovem de 26 anos foi solto na quarta-feira (26) e contou como foi a primeira noite em casa, após duas semanas dividindo a cela com mais de 10 detentos. “Eu não consegui dormir, vi os vídeos de tudo o que aconteceu porque eu não sabia de nada. Fiquei sabendo que meus amigos estavam lá na segunda, quando os policiais me contaram que eu estava aparecendo na televisão e que meus amigos estavam se mobilizando”, contou.
 
Ator perdoa acusação
Poucas horas depois de sair da cadeia, Romão falou com jornalistas no playground de seu prédio, no Méier, Zona Norte do Rio. Na ocasião, ele reencontrou amigos, que gritavam seu nome, emocionados. Sobre a copeira Dalva Moreira da Costa, que o acusou, ele disse que ela errou e que a perdoa. Ele disse ainda que é preciso descobrir outros "Vinícius".
 
"Tem muitos Vinícius lá dentro. Meus amigos lutaram por mim aqui fora, coisa que eu não podia fazer. Se não fosse por eles, estaria apodrecendo lá como muitas pessoas estão", agradeceu, sem mágoas da copeira. “Eu não guardo rancor. Ela foi vítima. Pelo que ela diz, foi assaltada, estava nervosa e infelizmente me confundiu. Eu vou ter oportunidade de falar com ela. Só quero dizer que perdoo ela e ela pegou o cara errado”, completou.
 
Para o ator, o momento mais difícil de toda a história foi quando foi abordado pelo policial na hora do assalto. "Ele apontou a arma pra mim. Foi a parte mais revoltante." *G1.
Comente
Comentários
+ Notícias

FOTOS
MARINA MANTEGA, a filha do ministro Guido Mantega
Todos os Direitos reservados ao BAHIA NOAR 2013 © | E-mail: contato@bahianoar.com | Desenvolvido pela Loup Brasil.