Após empate, Tite admite que faltou criatividade para quebrar defesa da Venezuela

Com o resultado, o Brasil segue na liderança do Grupo A

O Brasil não conseguiu mais do que um empate sem gols contra a Venezuela na noite desta terça-feira (18), na Arena Fonte Nova, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. O técnico não escondeu sua insatisfação e criticou seus comandados por não conseguirem passar pelo sistema defensivo venezuelano.

Para Tite, faltou criatividade por parte da sua equipe.

“Ela não teve a criatividade que nós buscamos. Quando não faz o gol, fica batendo e a pressa é um pouco demais, ansiosos um pouco demais e fica traduzido em algumas jogadas. A pressa do passe vertical e a característica de ficar procurando a bola para depois encontrar o passe vertical e o número de finalizações fica imprecisas. Ela tem que ser melhor, principalmente quando uma equipe fica fechada”, afirmou na entrevista coletiva.

O Brasil teve três gols anulados pelo árbitro de vídeo. Primeiro com Richarlison, depois com Gabriel Jesus e, por último com Philippe Coutinho. Porém, o treinador do Brasil concordou com todas as marcações. Além de compreender as vaias da torcida.

“Estava impedido, foi falta. [Árbitro] Não fez nada a reclamar. Em relação ao torcedor, ele quer traduzir em gol. É compreensível”, concordou.

Quando o assunto foi Neymar, que se lesionou antes do início da Copa América, e questionado se o camisa 10 seria a peça que faltava para furar o bloqueio venezuelano, o treinador evitou usá-lo como desculpa para justificar o ataque do Brasil ter passado em branco. E negou ter uma dependência do jogador.

“É oportuno para mim para ficar dando desculpa quando a gente não produziu aquilo que ela tem condição de produzir. Ela vai crescer, ela vai produzir. Não vou me ater a esse aspecto, o Neymar faz falta em qualquer equipe do mundo, ele é top 3. Eu quero que ele recupere, que ele esteja bem. Nós temos condições de sermos mais regulares, de termos um pouquinho mais de giro na hora de encontrar a melhor opção do passe, a inversão da jogada, a naturalidade dos movimentos. Nós temos condições independentemente do Neymar ou de qualquer outro jogador”, disse.

Com o resultado, o Brasil segue na liderança do Grupo A com quatro pontos. O próximo compromisso será no sábado (22), às 16h, contra o Peru, no Itaquerão.

22 Comentário

  1. Quem falhou foi você Tite! Você tinha no banco um jogador que faz isso muito bem, demorou para colocar em campo e deixou um em campo jogadores como Coutinho, Néri, Firmino que não estavam jogando nada. O Néri nem sabe posicionar o corpo para chutar, por isso erra muito.

  2. Infelizmente não vamos esperar muita coisa dessa seleção de cartas marcadas alguns jogadores que realmente querem jogar nem tem uma oportunidade de serem relacionados agora se vestir a camisa do Corinthians com certeza é convocado!

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*