Bahia registra representação contra árbitro na sede da CBF

O tricolor aproveitou para solicitar a implementação do árbitro de vídeo (VAR) na Brasileirão

A diretoria do Bahia foi até a sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na última terça-feira (09) e teve uma reunião com dirigentes da entidade, além de membros da comissão de arbitragem.

A reclamação e motivada pelo erro grotesco cometido no último sábado, quando o tricolor baiano teve uma grande atuação e por pouco não conseguiu vencer a equipe do Grêmio em partida disputada em Porto Alegre. O resultado da partida teve interferência direta da arbitragem e gerou muitas críticas por parte da torcida e da cúpula tricolor.

Segundo informações divulgadas pelo repórter Bruno Queiros, do Correio*, o staff tricolor aproveitou a oportunidade para fazer uma representação contra o árbitro paranaense Rodolpho Toski Marques, que apitou o duelo com o time gaúcho, que terminou empatado por 2 a 2.

A reunião durou mais de uma hora e, além da apresentação de um material que listou os erros de arbitragem que aconteceram durante a Série A, o clube reforçou o seu anseio pela implementação do árbitro de vídeo (VAR) na competição.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*