Encerram-se nesta sexta-feira, dia 5, as inscrições para o curso de qualificação destinado à seleção da montadora chinesa Build Your Dreams (BYD).

Na primeira etapa, estão sendo disponibilizadas 500 vagas distribuídas entre quatro cursos, todos gratuitos. As aulas serão ministradas pelo Senai de Camaçari, com carga horária variando entre 200 e 260 horas.

É importante ressaltar que a participação no curso não garante a contratação pela empresa, pois esta está sujeita a critérios específicos da gigante chinesa. Os interessados devem realizar suas inscrições exclusivamente através do link: https://forms.office.com/r/xw3d7E5xMj.

Cursos disponíveis:

  • Operador de produção veicular
  • Auxiliar de linha de produção
  • Mecânico de manutenção de máquinas industriais
  • Inspetor de qualidade

Os alunos matriculados receberão fardamento, material didático, transporte para deslocamento e lanche durante as aulas.

 

Leia também:

Porto da Ford, em Candeias, não é cedido à BYD; saiba o porquê

O governo da Bahia, ao contrário do que fez com o parque industrial em Camaçari, acabou não cedendo à montadora chinesa BYD o Terminal Portuário Miguel de Oliveira, popularmente conhecido como Porto da Ford, em Candeias. Ao invés disso, a gestão estadual estabeleceu um contrato de prestação de serviços com foco em engenharia ambiental.

Segundo o site Bahia Notícias, o acordo foi firmado entre a BahiaInvest, empresa de economia mista ligada ao governo, e a Bourscheid Engenharia e Meio Ambiente LTDA, no valor de de R$ 278,1 mil por seis meses.

O foco é auxiliar no cuidado com o meio ambiente do espaço e trabalhar com educação sobre o assunto com a comunidade que vive na região do porto. A empresa chinesa até tentou levar o terminal junto com a fábrica de Camaçari, no entanto, o pedido foi negado pelo Estado.

Por enquanto, a BYD trabalha no transporte marítimo em Pernambuco e Espírito Santo. Vale ressaltar que este modal é importante para a montadora em processo de instalação, recebendo peças e equipamentos da China e, após o início do trabalho, começará o trabalho de exportação dos veículos para outras partes da América Latina, como é planejado.

 

 

 

0 0 votos
Article Rating